ANICT

Towards a sustainable research career with progression based on merit

ANICT questiona Primeiro-ministro e Ministros que tutelam laboratórios do Estado sobre o ponto de situação do PREVPAP

Após os ofícios enviados no mês passado, a ANICT continua a solicitar informações ao governo, relativamente aos atrasos na comunicação aos investigadores dos resultados do PREVPAP e da abertura dos concursos.

Este mês já foram enviados ofícios a vários Ministros que tutelam os Laboratórios de Estado, assim como também ao Primeiro-ministro.

A ANICT continuará a fazer esforços para que este processo se conclua com a maior brevidade possível.

ANICT short survey for PI’s and co-PI’s of FCT 2017 projects

The 2017 FCT call for research projects had the biggest success rate in FCT history, with 48% of eligible projects approved for funding (1618 ongoing projects). An particular aspect of 2017 call was the requirement to hire a doctoral researcher for at least 30 month per 36 month period. There are some reports of projects that are having difficulties in the financial execution (that should be of a minimum of 15% of the total budget per each semester). To minimize this, FCT allowed the extension of the first deadline from 6 months to approximately 1 year, but this might not have been sufficient.

ANICT prepared a short survey to gather information regarding this topic. All PI’s or co-PI’s of ongoing FCT 2017 call research projects are invited to participate in the short survey: Click here for survey.

 

 

Petição pública para a isenção do IVA nas atividades de investigação

Está a decorrer uma petição pública solicitando o fim das taxas de IVA em todas as atividades de investigação, em semelhança ao que já acontece noutros países da União Europeia.

O texto da petição e o link para a subscrever encontram-se em http://cienciaportugal.org/iva-na-ciencia/.

ANICT questiona Ministro das Finanças e Ciência, Tecnologia e Ensino Superior sobre o PREVPAP

Segundo o Observatório do Emprego Científico, das 1668 candidaturas por parte de investigadores ao PREVPAP, 166 foram consideradas para regularização. No entanto, no site do PREVPAP, verifica-se que apenas um concurso foi aberto, em 2018.

 

Este é um processo que tem sofrido sucessivos atrasos. Curiosamente, nas passadas semanas começaram finalmente a abrir vários concursos para a regularização de docentes do ensino superior, técnicos superiores e assistentes operacionais. No entanto, para além de não ter sido aberto nenhum concurso para os investigadores, estes continuam a não receber as notificações oficiais deste processo, uma situação que a ANICT considera lamentável. 

 

A ANICT enviou hoje um novo ofício ao o Sr. Ministro da  Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, a solicitar esforços para a rápida comunicação e abertura destes concursos.  Enviou também um ofício ao Sr. Ministro das Finanças, solicitando esclarecimentos sobre as razões pela não comunicação destes resultados. Estando a poucos meses do final da legislatura, existe já um elevado risco de não se conseguir efetivar as contratações destes investigadores durante a governação do XXI Governo Constitucional. A ANICT continuará a fazer esforços para que este processo se conclua com a maior brevidade possível.

PREVPAP: Investigadores continuam sem resposta oficial

sapo 24