ANICT

Towards a sustainable research career with progression based on merit

ANICT discute com FCT temas relacionados com emprego científico

A ANICT reuniu hoje com a direção da FCT para discutir vários assuntos relacionados com as várias vertentes de oportunidades de emprego científico, nomeadamente:

  • a aplicação da norma transitória da lei 57/2017;
  • as bolsas e contratos financiadas pelo orçamento das unidades em 2018;
  • concursos individuais para contratos de trabalho para doutorados;
  • concursos no âmbito dos projetos de investigação 2017.

 

Em relação à norma transitória da lei 57/2017, a FCT esclareceu que irá tornar pública uma lista atualizada, que engloba o potencial universo de posições a abrir (e financiar) ao abrigo desta norma. Esclareceu que, para serem considerados elegíveis para o contrato-programa a ser assinado entre as instituições e a FCT, as posições terão que ser enquadradas num dos dois seguintes cenários:

  1. O investigador doutorado tinha bolsa ativa em 1 de Setembro de 2016, diretamente financiado pela FCT, há mais de 3 anos.
  2. O investigador doutorado tinha bolsa ativa em 1 de Setembro de 2016, tem bolsa ativa à data de 31 de Dezembro de 2017 ou 31 de Agosto de 2018, completando os 3 anos, seguidos ou interpolados, a uma dessas datas.

Read more of this post

Advertisements

Regime de contratação de doutorados destinado a estimular o emprego científico e tecnológico em todas as áreas do conhecimento

A ANICT preparou um documento onde compilou as as alterações ao Decreto de Lei 57/2016, implementadas na Lei 57/2017, para facilitar a leitura integral da nova versão do diploma que rege a contratação de doutorados destinado a estimular o emprego científico e tecnológico em todas as áreas do conhecimento.

CLIQUE AQUI para aceder ao documento.

 

Lugares para professor fechados aos cientistas mais jovens

Presidente da ANICT publica artigo de opinião no Observador

observador.jpg

Avaliação dos centros de investigação vai privilegiar criação de emprego científico

ANICT reúne com Ministro para discussão da implementação da norma transitória

A ANICT reuniu hoje com o Sr. Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, professor Manuel Heitor, para apreciação e discussão da portaria que vai regulamentar os níveis salariais da lei 57/2017, incluindo a possibilidade de substituição de abertura de contrato de investigador a termo, para contratos de quadro (professor auxiliar, professor adjunto ou investigador auxiliar), tal como previsto no ponto nº6 do artigo 23 da referida Lei. A ANICT constatou que foram feitas mudanças no documento inicial, tendo em conta as sugestões anteriores, mas alertou que deverá ser feito um reforço ainda mais positivo, estimulando a contratação de investigadores, em comparação com a contratação de professores.

A ANICT alertou da urgência na publicação da referida portaria, sendo que o Sr. Ministro indicou que esta está dependente da aprovação do orçamento de estado. Informou também que será uma portaria conjunta entre o ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e o ministério das Finanças.